quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Parnasianismo

O que é o Parnasianismo?


O parnasianismo foi o movimento literário que foi contemporâneo ao realismo e ao naturalismo brasileiro. O parnasianismo é um movimento essencialmente poético, não acontece na prosa. O realismo aconteceu em Portugal e no Brasil, já o parnasianismo é uma manifestação típica do Brasil e da França, onde teve origem.

Parnasianismo vem de Parnaso, que era o nome de um monte na Grécia habitado por Apollo, considerado o Deus da Arte. Embora contemporâneo do realismo e do naturalismo, o parnasianismo não pode ser considerado como a expressão poética das características que encontramos na prosa, muito pelo contrário, ele apresenta características bem marcadas, diferente das características realistas e naturalistas.

Características do Parnasianismo brasileiro



  • Esteticismo: vem da palavra “estética”, os parnasianos estavam preocupados com a forma e o belo, eles pregavam uma arte pela arte, ou seja, a arte deveria existir em função dela mesmo. Não havia como no realismo a preocupação com temas sociais.
  • Impassibilidade: é a negação aos exageros sentimentais do romantismo, para o poeta parnasiano, o importante era a objetividade, nada de sentimentalismos.
  • Poesia descritiva: ao contrário dos temas sociais, os parnasianos buscavam temas mais diretos, e falavam em seus poemas de objetos e de cenas da natureza. O amor pelo objeto e um certo fetichismo era muito grande nesse período.
  • Retomada dos modelos clássicos: a antiguidade clássica mais uma vez aparece e é retomada, os poetas greco-latinos eram tidos como exemplos de perfeição e de beleza.
  • Perfeição formal: esta é a grande marca do parnasiano, que estava preocupado com a forma e não tão preocupado com o conteúdo, sua preocupação era com a aparência e sonoridade. Eles passaram ao contrário dos românticos, que pregavam os versos livres e os versos brancos, ou seja, os versos não rimados, os parnasianos queriam o contrário, e pregavam a valorização da rima e das formas fixas, e que tudo isso vinha num grande movimento que ficou conhecido principalmente pelo seu artificialismo.

Rima

A rima é a semelhança entre os sons finais ou intermediários de um verso.

Classificação das rimas

  • Rima pobre: ocorre quando as palavras pertencem à mesma classe gramatical. Exemplo:
“Entre as ruínas de um convento,

De uma coluna quebrada

Sobre os destroços, ao vento

Vive uma flor isolada”

Alberto de Oliveira

Reparem que a palavra “convento” rima com a palavra “vento”, e ambas são substantivos, já a palavra “quebrada” rima com a palavra “isolada”, e ambas são adjetivos.

  • Rima rica: ocorre quando as palavras pertencem a classes gramaticais diferentes.

  • Rima rara ou perfeita: eram palavras que apresentavam finais diferentes ou raros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário